quinta-feira, 30 de julho de 2009

PARACLETOLOGIA - A DOUTRINA DO ESPÍRITO SANTO - 6ª PARTE


VI
O ESPÍRITO SANTO E A PALAVRA DE DEUS


“Nunca, jamais, qualquer profecia foi dada por vontade humana, entretanto homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo” (2 Pe 1.20), eis o segredo porque um livro escrito por aproximadamente 40 autores que viveram em tempos e épocas muito distante, num período de quase 1600 anos, não contem sequer uma contradição; Existe em algum lugar um livro perfeito? Um livro só de verdades? Um livro de Deus? Existe em algum lugar um livro no qual podemos arriscar a nossa vida, tanto nesta vida como na eternidade? Sim há um livro assim – O Livro de Deus – A Bíblia. Como o homem poderia conhecer algo acerca de Deus? Como poderia compreender a vontade de Deus e então cumpri-la? Deus se dá a conhecer, e o processo usado por Deus nós chamamos de ‘revelação’.


 Varias Maneiras
Deus falou diretamente ao homem – Ex 19.9; 1 Sm 3.1-14
Deus empregou sonhos – Gn 20.6; 40.5ss ; 41.1ss , e visões – Dn 7.1 ; 8.1 ; 10.1
Deus falou através de profecias orais – At 11.28 e profecias escritas – Ap 1.10-11

 O Espírito Santo inspirou a Palavra de Deus
“... o que vês, escreve em livro...” (Ap 1.11), em 2 Tm 3.16 encontramos a seguinte declaração: “Toda Escritura divinamente inspirada...”, em 2 Pe 1.20-21 também é tratado sobre este importante assunto.

 Ele protege a Palavra
• A Palavra de Deus é infalível: “A Lei do Senhor é perfeita...” (Sl 19.7, é perfeita, ela não pode ser melhorada. Ela não tem erros.
• A Palavra de Deus é Digna de confiança: “Porque em verdade vos digo que: até que o céu e a terra passem, nem um i ou til jamais passará da lei até que tudo se cumpra” (Mt 5.18)
• A Palavra de Deus é inquebrável: “...e a escritura não pode ser anulada” (Jo 10.35) Deus quis dizer as “Escrituras não podem falhar”, teste-a em qualquer ponto, você não encontrará nenhuma falha. Ataque-a, insulte-a, profane-a, rejeite-a, Ela ainda permanecerá inquebrável. É obra de Deus.

 O DUPLO MINISTERIO DO ESPÍRITO SANTO ATRAVES DA PALAVRA

 O não salvo
Em João 16.8-11 é descrito o ministério do Espírito Santo em relação ao mundo perdido. Ele fala ao mundo acerca do pecado, mostrando Cristo como solução para os pecados da humanidade, e declara que o cumulo do pecado é recusar o Salvador, “... não crêem em mim” (Jo 16.9)

 O salvo
Ele abre o entendimento do crente que se submete a Ele: “... E vo-lo há de anunciar” (Jo 16.14).
Um exemplo maravilhoso deste ministério foi desempenhado pelo próprio Cristo (Lc 24.13-35). Dois discípulos na entrada de Emaús tristes e confusos. Cristo morreu como poderia cumprir o que prometeu, derrepente aproximou-se um estranho que “... expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras” (Lc 24.27), Cristo respondeu as suas interrogações e confortou os seus corações.


VII
O ESPÍRITO SANTO NOS DIAS DE CRISTO


Algumas visitas do Espírito Santo ao chegar o tempo do Novo Testamento:
• Gabriel informou a Zacarias que seu filho seria cheio do Espírito Santo – Lc 1.15
• O Espírito Santo desceria sobre Maria – Lc 1.35
• Isabel foi possuída pelo Espírito Santo – Lc 1.41.42
• Zacarias ficou cheio do Espírito Santo – Lc 1.67
• O Espírito Santo estava sobre Simeão – Lc 2.25
• Foi revelado pelo Espírito Santo que ele veria o Cristo antes de sua morte, e movido pelo Espírito Santo foi ao templo – Lc 2.25-27.

 No ministério de Jesus
Deus deu um sinal a João Batista, quando este batizou a Jesus no Jordão: “... aquele sobre o qual vires descer e pousar o Espírito Santo, esse é o que batiza com Espírito Santo” (Jo 1.33) e João declarou: “... Vi o Espírito descer do céu como pomba e repousar sobre Ele...” (Jo 1.32). Pedro declara: “... como Deus ungiu a Jesus de Nazaré...” (At 10.38). O próprio nome Cristo significa “UNGIDO”. Jesus confirmou este fato na sinagoga de Nazaré onde declarou: “Hoje, se cumpre a Escritura que acabais de ouvir” (Lc 4.21). Cristo foi batizado, ao sair da água o Espírito de Deus veio sobre Ele (Mt 3.16); Foi levado pelo Espírito Santo ao deserto (Mc 1.12), voltou a Galiléia no poder do Espírito Santo (Lc 4.14), expulsou demônios (Mt 12.28), entregou-se como sacrifício pela humanidade (Hb 9.14).

 O Espírito profetizado por João Batista
João profetizou que Cristo seria o instrumento usado por Deus para a difusão do Espírito Santo profetizado por Joel: “... mas vem o que é mais poderoso do que eu..., Ele vos batizará com Espírito Santo e com fogo” (Lc 3.16).

 Cristo falou sobre o Espírito Santo
De varias maneiras Jesus falou sobre a vinda do Espírito Santo, em João 4.14 apresentou como “uma fonte de água a jorrar para a vida eterna”, em João 7.38 como : “rios de água viva”, em Lucas 11.13 diz que o Espírito Santo seria dado aos que lhe pedissem, declarou em João 14.16 que rogaria ao Pai para que enviasse o Consolador, e revelou sobre o ministério desse Consolador (Jo 14.17 ; 15.26 ; 16.7-15).

 Logo depois da sua morte
Na tarde de domingo, Cristo apresenta-se glorificado aos seus discípulos e então soprando sobre eles disse: “... Recebei o Espírito Santo” (Jo 20.22), quarenta dias depois foram instruídos a esperarem o batismo com Espírito Santo que era a promessa do Pai (Lc 24.49) e declarou o resultado desse batismo em Atos 1.8.


Até o proximo capitulo, conte como nossa oração em seu favor meu querido leitor.

Click no Link - 7ª Parte

Um comentário:

  1. Off Topic

    Em conjunto com o Blog o Mundo by Thaís, estamos lançando uma campanha de protesto virtual para o período de 07 a 20 de setembro.

    Gostaríamos muito de contar com a sua participação e a dos seguidores de seu blog.

    Esta é uma campanha de todos os brasileiros patriotas e não de um ou outro blog.

    A campanha é de todos nós que queremos um país melhor para nossos filhos e netos.

    Detalhes em http://omundobythais.blogspot.com/ ou http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/

    Divulgue esta idéia.

    O Brasil mais do que nunca precisa de você!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentario, é muito importante saber-mos o que você pensa sobre nossos artigos.